O Amor não depende apenas de Sorte

25/06/2010 17:24

Mônica Buonfiglio
Texto originalmente publicado em:
http://www.terra.com.br/esoterico/monica/colunas/2008/11/04/000.htm

 

 

    O amor não é uma simples questão de sorte ou azar. No universo dos relacionamentos, é muito importante que você reveja suas atitudes.
Seja bem humorada. Sorria mais. Não fale apenas sobre dificuldades e desilusões. E, se por acaso esses temas surgirem, tente não abordá-los de forma amarga e pessimista. Fale sobre esses assuntos de maneira natural, encarando-os como acontecimentos de uma vida rica. Não existe ninguém que viva em um mar de rosas, sempre há espinhos.
Volto a insistir que o amor também está relacionado à auto-estima. Como ser bem-sucedida no amor, se você não gosta de si mesma, se você não se ama? A auto-estima não é herdada geneticamente, mas é adquirida por meio da observação. Portanto, comece hoje essa mudança.
Outra boa atitude é ser educada. A sorte adora a boa educação. Ao sair do trabalho, que tal dizer "boa tarde", "fique com Deus" ou "boa sorte" e desejar a todos "felicidades". Já é um começo. Também seria interessante respeitar o ponto de vista e os valores dos mais próximos, deixando de ser tão crítica.
Ter sorte no amor depende de uma série de atitudes, como não destratar dos outros; evitar preconceitos; não ser agressiva.
Deixe que as coisas fluam naturalmente. Você já ouviu dizer que não se deve apressar o curso do rio, porque ele corre por si?
Seja mais tolerante. Compreenda que todos têm direito à sua própria opinião e maneira de ser, independente de você concordar ou não, pois o mundo tem de abrigar seres de diferentes pensamentos para que possa evoluir.

Mude seu universo e, aí sim, boa sorte!

Voltar