O que é Meditação?

13/12/2008 21:04

 

Por Sophia: Reikiana, Taróloga, Facilitadora de Grupos de Estudos e Workshops ligados ao Sagrado Feminino. Promove Rituais de Lua Cheia, Celebrações de Mudança de Estação e Celebrações de União

Contato: jovlopes@terra.com.br

BLOG: http://sagradaessencia.blog.terra.com.br/

 

A solidão é uma flor.
Um lótus florindo no seu coração.
A solidão é positiva, é saúde.
É a alegria de ser você mesmo.
É a alegria de ter o seu próprio espaço.


    No seu livro Meditação, a Primeira e Última Liberdade, o Mestre indiano Osho diz: “A meditação é aventura, a maior aventura que a mente humana pode empreender. Meditação é simplesmente ser, sem fazer nada – nenhuma ação, nenhum pensamento, nenhuma emoção. Você apenas é, e é puro prazer. De onde vem esse profundo prazer quando você não está fazendo nada? Não vem de lugar nenhum, ou vem de toda parte. Ele é não-motivado, porque a existência é feita de uma matéria chamada alegria....”
    Na constante atribulação do dia a dia, o ser humano está cada vez mais se distanciando do seu centro, de sua essência. Os pensamentos incessantes, as dúvidas sobre as escolhas a fazer em sua vida, a competitividade do mundo moderno, a luta pela sobrevivência, a vida focada no “Ter” e não no “Ser” estão levando as pessoas a um estado de total desassossego, de inquietação e desequilíbrio. Isso vem gerando várias doenças, sejam de ordem física, emocional ou psíquica. A mente inquieta inibe o acesso ao nosso rico mundo psíquico, de onde provêm as respostas aos nossos questionamentos mais profundos, os insights e as revelações, o que nos leva a um estado de descontentamento e frustração.
    A meditação se apresenta como uma ferramenta valiosa para quem busca aquietar a mente, diminuir a ansiedade e transformar o seu modo de vida. É um grande desafio dominar os “macaquinhos” da mente que insistem em pular de um lado para o outro, tirando-nos a paz.
    A sabedoria oriental muito nos tem a ensinar sobre o controle da mente, seja através das artes marciais, seja através das práticas meditativas. Tais práticas exigem uma grande disciplina, pois exercer o domínio da mente requer autocontrole, dedicação e entrega.
    Meditação significa medir a ação, que nada mais é do que estar focado no momento presente, sair do automático e realizar cada tarefa com consciência; seja caminhando, comendo, falando, tomando banho, lavando louça, ou seja, fazer cada coisa percebendo suas nuances e as sensações que nos propicia.
    Segundo Osho “a meditação não é contra a ação. Não é que você tenha que escapar da vida. Ela simplesmente lhe ensina uma nova maneira de vida: você se torna o centro do ciclone.”
    Na meditação você não é o que faz, você é o observador. Esse é o grande segredo: você continua a fazer todas as coisas, pequenas e grandes, mas você está distanciado, somente um observador nas colinas. Nesse estado de observação, nessa consciência, você deve permanecer absolutamente desanuviado e imperturbado.
    Existe uma concepção equivocada acerca da meditação. As pessoas acreditam que meditar significa ficar em postura de lótus, entoando o mantra OM. Essa é, na verdade, apenas uma das formas de meditar. Meditar significa ausência de pensamentos, o que pode ser difícil, principalmente no inicio das práticas, porém, à medida que vamos evoluindo, o intervalo entre os pensamentos vai aumentado, permitindo que nesse lapso, algo brote de dentro de nós – insights, símbolos, imagens, revelações...
    A meditação é chamada de “pequena morte”, pois é exatamente essa a sensação que temos: os batimentos cardíacos diminuem, temos a sensação de não estar respirando e com isso pode surgir um medo enorme, pois a mente, o ego está perdendo controle e o grande medo é cair no abismo do nada. Muitas vezes nós mesmos bloqueamos nossa experiência com esses medos, o que é uma pena, pois a viagem poderia ser reveladora.
    Existem três elementos essenciais na meditação: relaxamento, observação e ausência de julgamento. No relaxamento você vai procurar evitar qualquer conflito com a mente; depois você vai observar a mente em silêncio; e por fim, nenhum julgamento, nenhuma avaliação, somente usufruindo da grande paz que permeará o seu ser.
    Você deverá ser paciente, não ter pressa alguma que as coisas aconteçam. Simplesmente persista na prática e quando menos esperar o inusitado surgirá.
    Você não deve esperar por resultados, pois isso é uma necessidade da mente racional, do ego. Simplesmente abandone-se na experiência... Como disse Osho: “A verdade não pode ser possuída à força. A ela se chegará pelo abandono, não pela luta. Ela é conquistada pelo abandono total...”
    Reserve cinco minutos do seu dia e mergulhe nessa experiência profunda. Permita-se navegar nas águas tranqüilas do seu ser e vivencie a imensa alegria de voltar para casa.

“No processo de meditação a energia corre para cima em busca dos picos mais altos. E o pico supremo é a não-mente, que significa iluminação, liberação, liberdade de toda escravidão, sensação de imortalidade e eternidade. Essas palavras são grandiosas e não quero que se assuste. Portanto, uso uma palavra simples: não-mente. Você conhece a mente e pode conhecer um estado em que sua mente não esteja funcionando. Quando sua mente não estiver funcionando, você se torna parte da mente do cosmos, a mente universal. Quando você faz parte da mente universal, a sua mente individual funciona como um escravo perfeito. Ela reconhece o senhor. E traz noticias da mente universal para aqueles que ainda estão agrilhoados pela mente individual. Quando eu falo com você, na verdade é o universo que me usa. As minhas palavras não são minhas. Elas pertencem à verdade universal. Essa é sua força, esse é o seu carisma, essa é a sua magia..” – Osho.

Workshop de Meditação
Peruíbe/São Paulo(26 à 28/6/09)

O Workshop de Meditação permitirá o esvaziar da mente num local mágico, com
uma natureza exuberante: piscinas naturais, cachoeiras e trilhas na mata
atlântica.  Nesse local privilegiado pela PAZ e NATUREZA, faremos caminhadas
contemplativas, vivência na gruta, meditações, palestras e uma sensacional
Festa Junina.
PACOTE: R$250,00 por pessoa(até 10/6), incluindo estadia, alimentação e
transporte
 Reservas: (11) 5549-6160

e-mail: acacs-sp@santiago.org.br
www.jornadadadalma.com

Voltar